? Memorial - Palmeiras Futebol Clube

a história do Estádio

Getúlio Vargas Filho

 

O Palmeiras sentiu a necessidade, na metade da década de 1950, de alcançar patamares mais altos, ou seja, a transformação de sua praça de esportes num estádio, com portões de entrada, cabines de imprensa, arquibancadas, alambrado e vestiários à altura do sucesso que a agremiação atingia. Com a colaboração de pessoas obstinadas e fervorosos palmeirinos, no dia 6 de março de 1955, deu-se a inauguração das novas instalações.

Na manhã de sábado, dia 5, o prefeito municipal João Ferreira Varzim procedeu à inauguração e abertura dos portões principais do Estádio “Getúlio Vargas Filho” – com a benção do Vigário da Paróquia, Monsenhor Antonio David –, apresentação das novas cabines para imprensa e rádio, além do descerramento de placas comemorativas. À noite, foi oferecido um coquetel aos convidados, entre os quais o vice-governador do estado – General Porfírio da Paz –, Mário Frugiuelle, presidente da Federação Paulista de Futebol, Carlos Joel Nelli, diretor de A Gazeta Esportiva e ao sanjoanense Elisiário Petrus, do jornal paulistano O Esporte.

Jogos Inaugurais

Para o período da tarde de domingo, 6 de março de 1955, a diretoria reservou uma grande jornada futebolística, com três partidas amistosas: a primeira, envolvendo Veteranos do Palmeiras e da Sociedade Esportiva Sanjoanense. No segundo jogo, Rio Branco de Andradas contra a Vargeana, de Vargem Grande do Sul e, como “prato principal”, o Palmeiras Futebol Clube – que tinha os jogadores Dúsca, Zizi, Mané, Cascata, Zezé Virga, Lindóia, João Bacana, Bico Doce, Zé Côco, Jair Rosa, Campineiro, João Minhoca, Dino Célio, Faé, Efraim, Lospico, Lilo Cassine, Nérinho, Jaú, Zé Carlos e Goél, entre outros, enfrentando o Guarani de Campinas, que trouxe os craques Paulo, Dirceu, Dalmo Gaspar, Palante, James, Godê, Dido, Augusto, Fifi e Piolim.

A vez dos refletores

Graças à abnegação de um grupo de dirigentes amantes do clube, encabeçados por Cezídio Gonçalves Neves, arrecadou-se, em 1962, uma quantia suficiente para iluminar o estádio do Palmeiras. Os quatro enormes postes foram trazidos de São Paulo numa carreta adaptada, gentilmente transportada por Orlando (Landão) Farnetani. No jogo festivo de inauguração dos refletores, o Palmeiras contou com o elenco abaixo: em pé, o presidente do clube, João Batista Bernardes (João Lúcio), Teté, Oscar, Boínha, Lindóia, Mauricio Azevedo, Paschoal Fiori, Baltazar, Osvaldinho, Santo Antonio e o diretor Agenor Adolfo de Lima (Geléia); agachados, Natinho Finazzi, Loiro, Faé, Cidinho, William, Fernando e Dario.

A Cabine de Imprensa

Em cerimônia realizada no Getúlio Vargas Filho, na noite de 29 de dezembro de 2010, o locutor e apresentador esportivo da Rede Globo e do Sportv, Luis Roberto De Múcio, acompanhado por familiares, recebeu uma homenagem da diretoria do Palmeiras Futebol Clube, tendo seu nome colocado nas cabines de imprensa do estádio. Após partida amistosa entre as categorias Sub-10 de Palmeiras e Aguaí, foi descerrada a placa comemorativa. Após execução do Hino Nacional, usaram da palavra o presidente do Conselho Deliberativo do clube, o jornalista Wanderley Fleming (representando a imprensa) e o próprio homenageado, Luis Roberto. De Múcio, que descerrou a placa colocada sobre a Cabine de Imprensa.

Placas de homenagens no campo

A diretoria do Palmeiras, com o intuito de preservar a memória, e em reconhecimento pelos serviços prestados ao clube, nomeia os vestiários do Estádio “Getúlio Vargas Filho” homenageando três pessoas de destaque no futebol ao longo dos anos. São eles, Agenor Adolfo de Lima (o Geléia), Bento Palermo e José Ignácio Neto (o “Seu” Zé do Campo).


Warning: mysql_fetch_array() expects parameter 1 to be resource, object given in /home/palmeira/public_html/historia-do-estadio.php on line 145

O Campo

O gramado do estádio Getúlio Vargas Filho conta, hoje, com o que há de mais moderno em sistemas de irrigação e drenagem, obra esta feita em parceria entre o Palmeiras Futebol Clube e a empresa Grupo JCN. Além de receber jogos dos associados e das categorias de base do clube, o campo do alvinegro também recebe partidas do Campeonato Amador Regional Sanjoanense, além de jogos beneficentes.


Warning: mysql_fetch_array() expects parameter 1 to be resource, object given in /home/palmeira/public_html/historia-do-estadio.php on line 193

História do Estádio

Algumas fotos que contam a história do estádio


Cartaz da inauguração do Estádio Getúlio Vargas Filho


Fachada do estádio do Palmeiras F.C., em 1955


Equipe do Palmeiras F.C. que estreou no novo estádio


Vista do estádio Getúlio Vargas Filho por cima, na década de 1960

Para ver mais fotos das equipes do Palmeiras Futebol Clube, acesse o site do Leivinha